. : Mensagens
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

X Conferência Estadual Espírita - Mensagem de Bezerra


Filhas e filhos da alma.

Permaneça conosco a paz do Senhor.

Ouvistes nestes dias as lições que vos libertam das incertezas, traçando diretrizes de segurança e de paz.

Recebestes a mensagem de libertação da ignorância, pautada na observância do conhecimento da Ciência, da Tecnologia e das reflexões filosóficas.

Volvestes o pensamento na direção de Jesus, e os conceitos ético-morais libertadores que Ele emitiu e os viveu devem esculpir-se no âmago dos vossos sentimentos.

Aqui aportastes com a fé debilitada pelas lutas contínuas, no vaivém das reencarnações.

Apresentáveis o ser cansado como se as resistências morais não suportassem novos desafios. E recebestes o combustível da Verdade para manter a chama da fé raciocinada mais fulgurante, mais rica de calor.

Não é, porém, esta a primeira vez que vos comprometeis com Jesus.

Ao largo de dois mil anos, vindes tentando a entrega definitiva ao amor, mas as heranças atávicas do passado têm conspirado contra as vossas decisões e por falta de segurança na fé, optastes pelos prazeres alucinantes, olvidando o Amigo que tem marchado sem amigos, ou com poucos amigos.

Compadecido de todos nós, Ele volveu à Terra através do Espírito Consolador, como prometera, no momento quando a Ciência podia confirmar as Suas propostas sublimes e profundas.

E vos foi concedida a honra de tomar conhecimento com o Espiritismo libertador.

Agora, soa o instante da aplicação desses conhecimentos que vindes haurindo através do estudo sério da Mensagem de Vida Eterna, das reflexões demoradas em torno da ilusão, das utopias materiais em relação à imortalidade na qual todos estamos mergulhados.

Atentai para este momento de transição.

Convidados para apresentar o Cristo através da vivência dos Seus ensinos, não titubeeis, não vos justifiqueis, não reuni argumentos destituídos de significados para vos evadirdes da responsabilidade.

Antes, desconhecíeis o oceano sublime da Verdade. Agora, já penetrastes nas águas lustrais dos sublimes ensinamentos que a desvelam à vossa inteligência.

Sede dóceis, olvidai todo mal, onde quer que se homizie, para vos recordardes somente do Bem.

Perdoai, para que possais estar em paz.

Dai-vos as mãos em atitude fraterna, compreendendo as dificuldades do outro e confiando que ele também entenderá as vossas.

É necessário que brilhe a vossa luz e que o Mestre em triunfo inaugure a Era de Paz por que todos anelamos.

Espírita, seja o nome de cada nome impresso na atual reencarnação, demonstrando ao mundo aturdido que as ciladas que antes vos arrastaram ao erro são desarmadas com facilidade.

Retornai aos vossos lares e cantai, para aqueles que não puderam estar conosco nesses dias, a sublime canção de imortalidade que repercutiu na acústica dos nossos corações.

Convidados, lutai para serdes escolhidos, a fim de participardes do banquete de amor e luz da Era Nova.

Os sinais de Deus na Criação, meus filhos, estão na criatura humana, co-criadora em forma de inteligência e razão, consciência e discernimento, amor e caridade, sublimes heranças do Pai Celestial.

Não vos permitais o temor, mantende-vos confiantes.

O sofrimento é a condecoração do herói.

A dor é o sinal de avaliação dos valores iluminativos que o Cristão deve apresentar ao mundo.

E ao invés da queixa, da reclamação, das acusações infundadas, compaixão, em nome da misericórdia divina de que todos necessitamos.

O Evangelho diz: Eia, agora. Este é o santo momento de libertação.

Exultai, porque conheceis a mensagem de Cristo Jesus, apresentada pelo Seu apóstolo Allan Kardec.

Que o Senhor de bênçãos nos abençoe e que a Sua paz, entesourada em nossos corações, espalhe-se como perfume em bênçãos, atendendo a multidão.

Muita paz, meus filhos, em nome dos Espíritos espíritas.

O servidor humílimo e paternal de sempre,

Bezerra.
Muita Paz.
Psicofonia de Divaldo Pereira Franco, em 9.3.2008,
no encerramento da 10ª Conferência Estadual Espírita,
no Expotrade, em Pinhais/PR.

Em 5.1.2021.

 
     
 
 
 
. Últimas Mensagens

 
 
 
Documento sem título